Soledad

Vuelvo a casa y tú no estás
vacío está el jardín
donde mueren las flores
vacía está mi vida
y mueren mis sueños
sin el agua de tu amor

si no vuelves
vacío quedará mi corazón
donde mi sangre muere a cada hora
que no estás
mis ojos están vacíos
porque no estás aquí

si no retornas
vacía estará mi alma
vacío mi pecho
vacía mi vida
soledad

(escrito por Zailda Coirano)

1 Comentário

  1. carolina said,

    21 agosto, 2010 às 2:30 pm

    eu gostei muito dese verso e limdo.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: