Quem sou eu

Escritora frustrada, desde que me lembro rabisco meus versos e crônicas em qualquer folha em branco à disposição, porém a auto-crítica nunca me permitiu sequer pensar em publicá-los. Com o evento da internet e dos blogs esse pudor foi por terra, porque vejo tanta porcaria publicada, então por que não publicar o que escrevo? Não que eu considere o que escrevo porcaria, mas perdi o medo de expor o que faço à crítica dos leitores, e se por acaso tiverem algum valor, pelo menos não os destruí ou escondi em algum baú. Como costumo sempre pensar a respeito de qualquer coisa, melhor a derrota da tentativa que a frustração de jamais ter tentado.

(zailda coirano)

2 Comentários

  1. beto canales said,

    24 novembro, 2008 às 11:56 am

    Ola.

    Não nos conhecemos. Desculpe a intromissão, mas, se puder, de uma olhada no 3AM Magazine e, se gostar, entre em contato comigo.
    Abraço
    Beto.

  2. zailda said,

    24 novembro, 2008 às 1:11 pm

    Vou olhar e respondo por email, ok?
    Obrigada pela visita e volte sempre!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: